As sete regras de ouro para passar em concurso

É cada dia mais difícil a aprovação em um concurso público que ofereça ao candidato uma resposta financeira a altura de suas expectativas. Ano após ano, graças ao reconhecimento, por parte da sociedade, de que exigir a realização de processos seletivos e isonômicos para a ocupação de cargos públicos é fundamental para o bom andamento do sistema democrático, a disputa pelas vagas fica mais acirrada e reclama do candidato uma série de requisitos a serem observados.  Entre esses requisitos, destacamos os sete a seguir:

1. CONSCIENTIZAR-SE de que a aprovação é possível (os outros candidatos não são superdotados, enquanto você é um limitado). Não é admissível a quem se lança na seara dos concursos um pensamento derrotista, carregado de autopreconceito e que se transforma em um obstáculo maior do que a própria vontade de conquistar a vaga. Avante, campeão! Você pode e deve lutar pela sua vitória!

2. PARAR de reclamar das dificuldades: tempo escasso, conteúdos longos, regras complexas (elas são iguais para todos), falta de paz para os estudos, falta de apoio de familiares… As murmurações constantes armam uma enorme barreira à sua própria mente e em nada o ajudam. Passe a ver cada impasse como um desafio, como um tipo de catapulta capaz de lançá-lo adiante.

3. ESCOLHER uma área específica para centrar seus estudos: concursos jurídicos (TJ, TRT, TRE, TRF, MP, AGU etc.), fiscais, bancários, policiais, da área de saúde… De preferência, focalize uma instância: municipal, estadual ou federal. Não que seja impossível estudar para concursos de áreas diferentes e alcançar sucesso, mas a tarefa tornar-se-á, certamente, muito mais árdua. Foco! Essa é uma das palavras mais citadas por todos os vencedores. Foque, portanto, um determinado campo do saber e aprofunde seus conhecimentos sobre os tópicos que o fundamentam.

4. RENUNCIAR a grande parte das atividades lúdicas, dispersivas, como bate-papos on-line, divagações por redes sociais (virtuais ou não), “noitadas” em boates e casas de festas (tudo isso poderá ser melhor aproveitado depois, com a mente livre e – importante – o bolso suprido). Se possível, abdique de um emprego não essencial para seu sustento e que esteja servindo apenas como um suplemento de salário, em detrimento da ocupação do seu tempo e do seu desgaste físico e mental.

5. BUSCAR apoio profissional por meio de cursos que ofereçam significativa contribuição para o seu desenvolvimento nos estudos. Cursos específicos de matérias básicas para quase todos os concursos, como Raciocínio Lógico, Informática e, sobretudo, Português e Redação são essenciais. Mas, cuidado! Não estude em qualquer lugar! Consulte amigos, alunos e ex-alunos do curso; atente para o que cada curso oferece de apoio complementar (material didático atualizado, aulas de aprofundamento, apoio on-line etc.).

6. SELECIONAR rigorosamente o material de estudo. Cada disciplina tem os seus clássicos, que devem ser adquiridos (novos ou usados, não importa). Para isso, peça ajuda aos professores mais conceituados (encontre-os, não espere que eles, de repente, batam à sua porta). Existem vários relatos de candidatos que triunfaram nos concursos por escolherem livros e apostilas ricos em conteúdo e didáticos na apresentação. É de se ressaltar, ainda, que o estudo desse material é feito, sobretudo, em casa, com concentração e disciplina.

7. ESTUDAR, ESTUDAR e ESTUDAR! Aprenda a gostar de estudar. Para isso, organize um horário de estudos que contemple todas as disciplinas presentes no edital do concurso pretendido. Divida bem o seu tempo (debata seu cronograma com um profissional: professor experiente, concurseiro de sucesso, psicólogo especializado). Enfim, suplique a Deus – autor e princípio de todo o conhecimento – coragem e disposição suficientes para encarar essa jornada rumo à realização, ao seu sucesso, ao seu triunfo!

Um abraço e bons estudos! 

Ah, não se esqueça de convidar-me para a festa da vitória!

Prof. Eduardo Sampaio 

6 thoughts on “As sete regras de ouro para passar em concurso

  1. Roberto disse:

    Quais concursos públicos poderia me indicar? grato

    • edusampaio disse:

      Oi, Roberto! Existem muitas áreas de concursos públicos. As principais são: tribunais (TRT, TRE, TJ, TRF…), policiais (PF, PRF, PM, PC…), bancários (Caixa, Banco do Brasil, Banco Central, BNB, BNDES), fiscais, municipais, estaduais. É preciso primeiro determinar com que área você tem mais afinidade. Em seguida, atentar para os conteúdos exigidos na área escolhida e começar uma preparação mais aprofundada. A partir daí, você pode visar a algum órgão específico. Bons estudos!

  2. Mikaele Paulino disse:

    Muito bons os conselhos! Me impulsionaram ainda mais à conquista da vitória!

  3. Mônica disse:

    Muito obrigada pelas palavras de estímulo aos nossos estudos. Que DEUS esteja na sua vida hoje e sempre!

  4. Maycon Araújo Batista disse:

    Parabéns prof! Seu poster ajudou-me bastante…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais de "Textos"
Sua internet é mesmo rápida? faça o teste e comprove.
Orientações oficiais com base na LC 95/98.
Veja se você acrescentaria alguma.
Garanta sua vaga!

Insira abaixo suas informaçães para efetuar o pré-cadastro neste curso.

 
Desafio Linguístico
Newsletter
Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail.
82 8816.3133 | 82 9912.0630
made in zeropixel