DLs 019 e 020 – Sentido e Figuras de Linguagem

Leia atentamente o poema “Trem de Alagoas”, do poeta palmarense (PE) Ascenso Ferreira e responsa aos desafios 019 e 020:

 

TREM DE ALAGOAS

O sino bate,
o condutor apita o apito,
solta o trem de ferro um grito,
põe-se logo a caminhar…

Vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende
com vontade de chegar…

Mergulham mocambos,
nos mangues molhados,
moleques, mulatos,
vêm vê-lo passar.

– Adeus !

– Adeus !

Mangueiras, coqueiros,
cajueiros em flor,
cajueiros com frutos
já bons de chupar…

– Adeus morena do cabelo cacheado !

Mangabas maduras,
mamões amarelos,
mamões amarelos,
que amostram molengos
as mamas macias
pra a gente mamar

Vou danado pra Catende,

vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende
com vontade de chegar…

Na boca da mata
há furnas incríveis
que em coisas terríveis
nos fazem pensar:

– Ali dorme o Pai-da-Mata.

– Ali é a casa das caiporas.

Vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende,

vou danado pra Catende
com vontade de chegar…

Meu Deus! Já deixamos
a praia tão longe…
No entanto avistamos
bem perto outro mar…

Danou-se! Se move,
se arqueia, faz onda…
Que nada ! É um partido
já bom de cortar…

Vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende,

vou danado pra Catende
com vontade de chegar…

Cana caiana,
cana roxa,
cana fita,
cada qual a mais bonita,
todas boas de chupar…

Vou danado pra Catende,
vou danado pra Catende,

vou danado pra Catende
com vontade de chegar…

DL 019. No poema Trem de Alagoas, só NÃO é possível perceber

(A)   alusão a uma locomotiva em movimento que percorre parte da zona da mata nordestina.

(B)   uma prosopopeia (personificação) nos versos 3 e 4.

(C)   uma aliteração em “Mergulham mocambos / nos mangues molhados / moleques, mulatos / vêm vê-los passar.

(D)   comparação entre o mar e um canavial.

(E)   uma personificação em “Na boca da mata / há furnas incríveis”.

DL 020. O verso “Vou danado pra Catende”, várias vezes repetido no poema, traz o termo “danado” empregado com um determinado sentido. Assinale o item em que esse vocábulo carrega o mesmo sentido.

(A)   “Tá danado de bom, tá danado de bom, meu compadre, tá danado de bom, forrozinho bonitinho, gostosinho, safadinho, danado de bom…” (Luiz Gonzaga)

(B)   Luiz Augusto e João Gabriel são meninos danados.

(C)   Raul e Clara são irmãos danados de inteligentes!

(D)   Depois da informação segura, os agentes foram danados prender os malfeitores.

(E)   Após a expulsão, os alunos foram danados pra casa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Garanta sua vaga!

Insira abaixo suas informaçães para efetuar o pré-cadastro neste curso.

 
Desafio Linguístico
Newsletter
Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail.
82 8816.3133 | 82 9912.0630
made in zeropixel